Em 2009, 1,2 mil jovens e crianças vítimas de abuso sexual

Apesar das denúncias de casos de pedofilia terem crescido assustadoramente em todo o país, as instituições educacionais públicas ou privadas poderiam ajudar a detectar o problema, mas, na maioria das vezes, não estão preparadas para observar a mudança de comportamento que as crianças sofrem com o abuso sexual. Para reverter esse quadro de omissão, o Observatório da Criança e do Adolescente (OCA), entidade criada por pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA), vem monitorando os números de abusos sexuais contra a infância a partir dos dados do Programa Pró-Paz Integrado e elaborou uma cartilha, que será distribuída nas escolas públicas e privadas, a fim de orientar professores, diretores e todo o corpo educacional, inclusive os próprios estudantes, a mudar de postura, passando a observar a mudança de comportamento de alunos. Os pesquisadores revelam que mais de 1,2 mil crianças e adolescentes sofreram abuso sexual no Pará, somente em 2009. Os dados se referem aos casos denunciados em 48 municípios e mostram que 90% dos casos de violência sexual contra crianças são praticados no ambiente familiar.

Fonte: Agência Unama

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *