Educação Ambiental / Audiências Públicas

2003, 2004, 2005, 2006 – Em parceria com a Cia. Vale do Rio Doce, em cumprimento a legislação ambiental de audiências públicas para aprovação de projetos ambientais, realizaram-se trabalhos amplos com objetivo de mobilizar, informar e garantir a participação social da população nas audiências públicas de consulta para realização de projetos a fim de avaliar os EIA – Estudos de Impactos Ambientais. Os trabalhos de educação ambiental foram realizados com o suporte do método de educação popular com utilização das linguagens artísticas de produção de textos e apresentações de teatro, teatro de bonecos sobre o tema, radio teatro ambulante, cinema ao ar livre, jogos, brincadeiras, esquetes e pesquisas de opinião pública sobre os meios e modos de linguagens utilizados. Os respectivos trabalhos foram os seguintes: ano de 2003, Projeto Bauxita, Mineração Vera Cruz, trabalho realizado junto a 13 comunidades e vários bairros em 06 municípios (Abaetetuba, Mojú, Acará, Tomé-açú, Ipixuna e Paragominas, com estimativa de alcance de um público aproximado de 6.500 pessoas; ano de 2004, projeto Mina 118, Cia. Vale do Rio Doce, trabalho realizado em seis comunidades nos município de Canaã dos Carajás e Parauapebas, o publico alcançado foi de  1340 pessoas; ano de 2006, projeto Refinaria ABC, trabalho realizado em diversas comunidades do Município de Barcarena para um público de 2736 pessoas, aproximadamente. No ano de 2005 em parceria com a ALCOA foi realizado trabalho de mobilização preparatório à audiência ambiental no município de Juruti em diversas comunidades, mobilizando a população para a audiência pública. Nos roteiros elaborados foram valorizados a cultura e personagens locais e para que sejam repassadas informações a respeito do projeto Juriti. Os elementos lúdicos permearam as atividades arte-educativa, tornado a linguagem de fácil entendimento. Participaram destas atividades em torno de 3590 pessoas.