Publicado em

Protagonismo infanto-juvenil foi destaque na Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente

O protagonismo infanto-juvenil é possível e contribui para a elaboração de políticas públicas. Esta é a principal constatação feita na 10ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, realizada em Brasília de 24 a 27 de abril, que reuniu quase 500 delegados crianças e adolescentes, um terço dos 1.400 delegados presentes. Do Pará, dos 30 delegados 10 eram crianças e adolescentes. Continuar lendo Protagonismo infanto-juvenil foi destaque na Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente

Publicado em

Adolescentes paraenses participam de conferência nacional

Encerrou nesta quarta-feira, 27, a 10ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, realizada em Brasília. O objetivo do evento foi assegurar um espaço de construção de políticas públicas voltadas para a área da infância e adolescência. Para tanto, representantes de todo o país se reuniram na capital federal ao longo de quatro dias para debater a temática. Entre os delegados que representaram o Pará na Conferência, dez são meninos e meninas de diversos municípios do estado. A Rádio Margarida conversou com eles, acompanhe. Continuar lendo Adolescentes paraenses participam de conferência nacional

Publicado em

Conferência debate protagonismo infanto-juvenil

Iniciou neste domingo, 24, em Brasília, a 10ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. O objetivo do evento é reunir representantes de todo o Brasil para debater e formular políticas públicas direcionadas á área da infância e adolescência. Uma delegação formada por 30 integrantes, dos quais 10 são crianças e adolescentes, representa o Pará na Conferência. Continuar lendo Conferência debate protagonismo infanto-juvenil

Publicado em

Delegação paraense participa de Conferência Nacional dos Direitos de Crianças e Adolescentes

CONFERENCIAInicia neste domingo, 24, e segue até a próxima sexta-feira, 29, a Conferência Conjunta de Direitos Humanos, que será realizada na capital federal. O evento vai abrigar, durante seis dias, a 12ª Conferência Nacional de Direitos Humanos, a 10ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, a 4ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa, a 4ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência e a 3ª Conferência Nacional de Políticas Públicas de Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais – LGBT. Continuar lendo Delegação paraense participa de Conferência Nacional dos Direitos de Crianças e Adolescentes

Publicado em

Seleção de profissionais para o Projeto Escola Viva Belém – Pará

lourdesO Projeto Escola Viva: enfrentando nas escolas públicas o uso de álcool, outras drogas por crianças e adolescentes e gravidez precoce em Belém, é uma ação financiada pelo  Fundo da Infância e  Adolescência – FIA,  Fundação Itáu Social e a Prefeitura de Belém. Tem como objetivo contribuir com ações educativas e articuladas em rede de enfrentamento ao uso de álcool, outras drogas e gravidez na adolescência nas escolas públicas no Município de Belém/Pará, com a perspectiva de universalização do acesso e permanência na educação básica e integral. Continuar lendo Seleção de profissionais para o Projeto Escola Viva Belém – Pará

Publicado em

Em Belém, ato lembra jovens mortos em chacina

ATONa próxima sexta-feira, 05, quando completa um ano e três meses da chacina que deixou 11 mortos, na maioria jovens, em seis bairros de Belém, o coletivo Tela Firme organiza um ato lúdico político com as famílias das vítimas, em frente ao prédio do Ministério Público do Pará, a partir das 09 horas. O objetivo do ato é cobrar justiça e chamar a atenção para o extermínio da juventude.

Entre a noite e a madrugada dos dias 4 e 5 de novembro de 2014, dez jovens foram mortos nos bairros da Terra Firme, Marco, Guamá, Jurunas, Sideral e Tapanã. De acordo com a polícia, todos os assassinatos têm características de execução. Os crimes teriam começado logo após a morte do cabo da Polícia Militar Antônio Figueiredo, também executado a tiros no bairro do Guamá.

Uma CPI criada para investigar os crimes concluiu que integrantes da Segurança Pública participam de grupos de extermínio no Pará. Até agora, a polícia prendeu sete pessoas, quatro acusadas de participar da chacina, e as demais teriam envolvimento na morte do cabo da Polícia Militar, mas o inquérito ainda não foi concluído e tudo corre em sigilo. A Promotoria de Justiça Militar indiciou 14 PMs. A corporação abriu investigação contra nove policiais. Os processos também não foram concluídos.

O coletivo Tela Firme é um projeto audiovisual desenvolvido no bairro da Terra Firme. O coletivo é formado principalmente por jovens e busca refletir as questões sociais da Terra Firme, periferia de Belém.

Rádio Margarida