Canais de denúncia de violação de direitos de crianças e adolescentes

Existem diferentes canais para denunciar a violação dos direitos de crianças e adolescentes. A seguir, listamos 7 canais que recebem denúncia. Dependendo da situação e da urgência, é possível acionar diferentes instituições. Confira:

1 – Disque 100

Também conhecido como “Disque Direitos Humanos”. Basta ligar para o número 100 de forma gratuita, de qualquer parte do Brasil. O atendimento funciona 24 horas, todos os dias da semana. Após a ligação, o órgão encaminha a denúncia aos órgãos competentes na cidade origem da criança ou do adolescente, para investigação.

 

2 – Conselho Tutelar

A denúncia pode ser feita por telefone ou pessoalmente, na sede do Conselho Tutelar. Em nosso portal, disponibilizamos uma lista informando endereços e contatos dos conselhos tutelares de Belém-PA. Acesse aqui.

 

3 – Polícia Civil

É possível acionar a Polícia Civil através do número 197 (a ligação é gratuita e o atendimento 24 horas), ou ir diretamente à delegacia mais próxima da sua casa para registrar uma denúncia.

 

4 – Política Militar

A PM também disponibiliza um contato para atendimento por telefone: é o 190 (também com ligação gratuita e atendimento 24 horas).

 

5 – Polícia Rodoviária Federal

Já a PRF atende pelo Disque 191 (também com ligação gratuita e atendimento 24 horas), pelo qual recebe denúncias de casos de violência sexual contra crianças e adolescentes nas estradas brasileiras, principalmente casos de exploração sexual.

 

6 – SaferNet

Instituição social focada em enfrentar violações de direitos humanos na Internet. Seu site recebe denúncias de qualquer crime contra os direitos humanos que acontecem dentro do ambiente digital, incluindo pornografia infantil, aliciamento de crianças e adolescentes online e outros tipos de violência sexual contra meninos e meninas. Acesse aqui.

 

7 – Ministério Público

O Ministério Público também pode ser acionado em caso de violação de direitos de crianças e adolescentes, através das suas Promotorias da Infância e Juventude. A denúncia pode ser feita presencialmente (consulte endereços em todo o Estado do Pará) ou virtualmente (acesse aqui).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *