Dicas para ajudar na alimentação saudável de crianças e adolescentes

Matéria: Camila Leal
Edição: Élida Cristo Miranda

Muitas crianças e adolescentes viram a cara quando veem no prato uma salada verde ou uma sopa de legumes. Isso porque não foram habituados a ter uma alimentação saudável. Uma alimentação equilibrada pode prevenir diversas doenças como colesterol alto, gastrite dentre outras doenças, e deve ser incentivada pelos responsáveis desde cedo. No dia Mundial da Alimentação, trouxemos algumas dicas de como ajudar sua criança e/ou adolescente a ter hábitos alimentares mais saudáveis. Confira:

  • Dicas para crianças (0 a 12 anos)

Educar o paladar das crianças desde cedo – Incentive o hábito de comer frutas como banana, maçã e laranja nos intervalos entre as refeições, evitando dar biscoitos muito doces e sucos artificiais. Inclua diariamente alimentos como cereais (arroz, milho), tubérculos (batatas), raízes (macaxeira), pães e massas, distribuindo esses alimentos nas refeições e lanches ao longo do dia. Não ofereça doces, chocolates, salgados e coisas artificiais enquanto a criança não pedir.

–  Um prato colorido é um prato saboroso – Uma alimentação completa tem proteína (ex: carne, peixe, leite), carboidratos não refinados (ex: arroz, macarrão), gorduras boas (ex: sementes e nozes), além de frutas e vegetais (alface, tomate, cenoura). Bem harmonizados no prato, eles se tornam bem atrativos e facilitam o interesse da criança em comê-los.

 

  • Dicas para adolescentes (12 a 18 anos)

– Seja um exemplo – Não adianta querer que sua criança ou adolescente coma alimentos saudáveis enquanto você se enche de alimentos gordurosos, como frituras ou muitos doces. Seja um exemplo e adote o hábito da alimentação saudável também. Evite oferecer refrigerantes e sucos industrializados, balas, bombons, biscoitos doces e recheados, salgadinhos.  

– A refeição deve ser um momento especial –  Faça das refeições momentos agradáveis em família, aproveitem para conversar, isso melhora o humor do adolescente e os estimula a se alimentar melhor. 

– Alimentação balanceada para um crescimento saudável – Nessa fase o adolescente está em desenvolvimento e precisa comer várias vezes ao dia. São necessárias de 5 a 6 refeições diárias com café, almoço e janta e lanche entre os intervalos. Dê preferência a proteínas como carnes, ovos, leite e derivados, estimule também o consumo de peixes duas vezes por semana. Evite trocar refeições por lanches.

Para mais informações assista o vídeo “Alimentação”, do Programa Conectados, que explica sobre os cuidados necessários e tipos de alimento que crianças e adolescentes devem ter para uma vida mais saudável.  

 

*Fontes: Cartilha Orientação Nutricional (UFMG), Cartilha de Alimentação Infantil (Prefeitura de Maringá)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *