Governo lança campanha para denunciar exploração infantojuvenil no carnaval

A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) lançou hoje (11), na capital paulista, a Campanha Nacional de Carnaval pelo Fim da Violência contra Crianças e Adolescentes, com o lema “Não desvie o olhar. Fique atento. Denuncie. Proteja nossas crianças e adolescentes da violência”. A mobilização tem por objetivo conscientizar as pessoas sobre a importância de prevenir e denunciar possíveis casos de violação de direitos da população infantojuvenil neste período de grande movimentação turística no Brasil.

A ministra da SDH/PR, Ideli Salvatti, disse que o carnaval é uma época de oportunidades muitas vezes ilegais, como a exploração do trabalho infantil, sexual e exposição ao álcool e as drogas. A mobilização do carnaval deste ano abordará o enfrentamento as diversas violações, como violência sexual, maus tratos e negligência. A ação destaca o Disque 100, principal canal para receber denúncias sobre violações de direitos humanos do governo federal, além dos conselhos tutelares.

“Ampliamos nossa capacidade do Disque 100, principalmente nesta época de animação e alegria, que também permite situações no nosso país, que são de profundo prejuízo para as nossas crianças e adolescentes. A sociedade tem uma organização para preservar, mas há pessoas que não respeitam legislação e regras da boa convivência. Por isso a mobilização é importante”, destacou.

Segundo dados da secretaria, o Disque 100 recebeu no ano passado, 91.342 notificações, principalmente de casos de negligência, violência psicológica, física e sexual.

“O Disque 100 está muito relacionado com as campanhas, quando sensibiliza a sociedade, e coloca nela a responsabilidade, e quem está vendo não nos aciona, não teremos como socorrer e proteger”, disse.

Ideli explicou que a secretaria depende da parceria com a população para coibir esses atos.

“Ouviu, percebeu, desconfiou, passe a mão no telefone qualquer hora do dia. É gratuito e não precisa se identificar, porque tomaremos as providências necessárias para socorrer quem estiver sendo vítima de alguma violência”, explicou.

A campanha que é feita em todo o Brasil, conta com a parceria do Ministério do Turismo, da Infraero, do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, além das prefeituras e dos governos estaduais.

Fonte: Portal EBC

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *