Encontro debate políticas públicas voltadas para adolescentes da Amazônia

O Movimento República de Emaús, por meio do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente, realiza, a partir de hoje, o encontro de adolescentes da Amazônia, que visa debater os indicadores da violência entre jovens. O evento, que tem a parceria do UNICEF e do grupo de instituições da Amazônia legal, receberá cerca de 150 adolescentes de todos os Estados da região amazônica.

Segundo dados do Mapa da Violência 2012, estudo que tem como objetivo levantar informações do panorama da violência no Brasil, o Pará está entre os Estados mais perigosos para jovens do País. Nos últimos dez anos 6.672 adolescentes foram mortos em Belém.

O encontro vai discutir políticas públicas que atendam essa população em situação de vulnerabilidade. Já que, segundo a pesquisa, esses adolescentes são na maioria negros e moram em bairros da periferia. O objetivo é escrever a carta de princípios dos adolescentes da Amazônia Legal, na qual os jovens que participam do encontro pautam reivindicações a serem feitas junto ao poder público.

O evento vai até quarta-feira, 10, no auditório da República de Emaús, que fica na Rua Yamada, N°17, bairro do Benguí.

No dia 11 haverá o Colóquio Amazônico de Adolescentes, em parceria com o governo do Estado, que será realizado no Centro de Memória da Amazônia – Travessa Rui Barbosa, 491.

Waldeir Paiva- Rádio Margarida

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *