Caminhada marca dia de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Mais de 400 pessos participaram nesta sexta-feira, 18 de Maio, Dia Nacional contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes de uma caminhada em defesa da causa.

A caminhada partiu da Av. Pedro Miranda e se estendeu até a Aldeia Cabana com o objetivo de chamar a atenção da população a denunciar esses tipos de crimes. Neste ano, a campanha da Prefeitura de Belém também tem como tema “Exploração sexual é crime! Calar é consentir, denunciar é combater!”, que será trabalhado durante o ano todo em ações educativas.

A presidente da Funpapa, Roseléa Teixeira afirmou que a caminhada é importante para mostrar à população as várias formas de denúncia. “Queremos chamar atenção para várias questões e uma delas é de que a denúncia é anônima. As pessoas ainda têm medo. Não podemos permitir que a sociedade aceite que as crianças sejam violadas. Quem não denuncia também é culpado”, analisa.

Após a caminhada, houve apresentações artísticas e culturais. Se apresentaram o Projeto Conquistando a Cidadania, da Funpapa, com um número de jazz, o grupo do Curro Velho-Pro Paz com “Percussão da Terra”, a Pastoral do Menor com um número de carimbó e a banda de fanfarra da Sociedade Cultural do Pará. Entre as atrações musicais, a cantora Juliana Franco e Banda Quero Mais também marcaram presença.

Dados da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) mostram que a cada 8 minutos uma criança é vítima de abuso sexual. De um total de 60 mil casos analisados, 80% das vítimas são meninas com idade entre 2 e 10 anos. A região Norte é a segunda com maior índice de exploração.

(Fonte: PMB)

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *