Por que 18 de maio?

Araceli Cabrero violentada e morta aos oito anos - Data de sua morte é lembrada

Na noite de 18 de maio de 1973, na cidade de vitória no Espirito Santo, uma menina de apenas oito anos foi sequestrada, espancada, violentada, morta e teve seu corpo abandonado em uma movimentada rua da cidade. Esse crime brutal chocou a sociedade. Os acusados pelo crime continuam até hoje impunes.

Para lembrar o trágico assassinato de Araceli Cabrera Sanches Crespo foi criado o dia nacional de combate a exploração e violência sexual contra crianças e adolescentes. 37 anos depois de sua morte a Lei 9.970 de 17 de maio de 2010 institui a data em todo o país.

A data serve para lembrar à sociedade da necessidade de ações de combate a qualquer tipo de violência contra meninos e meninas. Em todo o Brasil são realizadas oficinas e palestras sobre o tema através de instituições públicas ou privadas e ONG’s de defesa do direito de crianças e adolescentes.

18 de maio em Belém
Esse ano em Belém as atividades começaram no início da semana que antecede o dia “d”. Instituições como Pro Paz, Divisão de Atendimento ao Adolescente (DATA), Secretaria de Estado de Segurança Pública (Segup), Paratur, Polícia Rodoviária Federal e os Comitês Intersetorial e Estadual de Enfrentamento à Exploração e Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes realizam diversas atividades em escolas e bairros da cidade.

No dia 18 de maio haverá uma caminha alusiva ao dia com a participação das entidades e sociedade.

1 pensamento sobre “Por que 18 de maio?”

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *