Publicado em

DATA utiliza site para auxiliar na localização de jovens desaparecidos

Página inicial da DATA

538 crianças e adolescentes desaparecidos. Esse foi o número de ocorrências registradas em 2011 no Serviço de Identificação e Localização de Crianças e Adolescentes Desaparecidos (Silcade) da Divisão de Atendimento ao Adolescente da Polícia Civil do Estado do Pará (DATA). De acordo com o Silcade, do total de desaparecimentos em 2011, 531 foram solucionados e os jovens localizados. Nos primeiros três meses desse ano foram 99 registros e 86 jovens encontrados.

Para garantir a eficiência do serviço prestado a DATA utiliza, além dos métodos tradicionais de investigação, recursos tecnológicos, como a internet, para auxiliar na busca e localização de crianças e adolescentes.

A página inicial do site da Divisão (data.policiacivil.pa.gov.br) mostra fotos dos jovens registrados como desaparecidos, disponibiliza ainda informações como data de nascimento e do desaparecimento, local onde foi visto pela última vez, as circunstâncias do desaparecimento, características físicas do jovem e números para informações e denúncias.

De acordo com o investigador e coordenador do Silcade, Edivaldo do Carmo, depois de registradas as ocorrências os casos são incluídos no site. “Em alguns casos a divulgação das fotos ajuda a localizar jovens. Mas a maioria das soluções é devido as investigações iniciais imediatas”, ressalta Edivaldo. O site não mostra o número total de desaparecimentos de jovens pois, os casos registrados em outras delegacias nem sempre são repassados para a DATA.

Casos no site

Jovem Alan Carlos da Costa Araújo, de 13 anos - Fuga após briga com a mãe.

A ocorrência mais recente, incluída no site, no último dia 07, é o registro de desaparecimento do jovem Alan Carlos da Costa Araújo, de 13 anos. De acordo com o relato o menino teria fugido no dia 03 de março, após uma briga com sua mãe.

As circunstâncias dos desaparecimentos são variadas. Mas em casos de fuga, geralmente, os motivos envolvem relações amorosas e conflitos familiares.

Atualmente existem 22 fotografias de adolescentes desaparecidos no site da DATA, 14 foram registrados como fuga. Segundo Edivaldo Carmo, as fugas são tratadas de forma diferenciada. “Após a família ser ouvida, encaminhamos para o Setor Psicossocial aqui da DATA para podermos descobrir o motivo da fuga” afirma.

Procurados

Ainda no site são disponibilizadas fotos, retratos falados e informações a cerca de pessoas procuradas por prática de crimes contra crianças e adolescentes.

Denúncia

Para denunciar desaparecimentos é possível utilizar o 181 do Disque- Denúncia.  A Divisão de Atendimento ao Adolescente fica localizada na Rua dos Caripunas, nº 1.200, entre as Ruas Roberto Camelier e Tupinambás no Bairro do Jurunas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *