Entidades realizam Conferências Livres de Crianças e Adolescentes

Entre 26 de setembro e 26 de outubro alguns municípios paraenses realizaram as Conferências Livres Municipais de Crianças e Adolescentes que tiveram como objetivo promover o eixo do Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes que incentiva o protagonismo juvenil nos espaços de construção da cidadania.

Para promover essa participação Instituições Governamentais, não governamentais, escolas públicas e privadas, Centros de Assistência Social de todo o estado selecionaram meninos e meninas para atuarem como delegados, de acordo com as propostas apresentadas durantes as Conferências Livres, para representaram os demais nas Conferências Municipais.

No município de Parauapebas, por exemplo, aconteceram nove conferências Livres, onde foram eleitos 13 delegados e 13 suplentes que representaram a participação juvenil na Conferência Municipal, realizada nos dias 20 e 21 de outubro.

As adolescentes Elba Monteiro, da Sociedade de Estudos e Aproveitamento dos Recursos da Amazônia (SEARA) e Luana Cota, da Pastoral do Menor, foram as delegadas na Conferência Municipal de Santarém. Durante as conferências municipais, as meninas falarão em nome de outras crianças que estavam presentes na reunião e pedirão atenção do governo e da sociedade civil da região para implementação de ações que valorizem a infância.

O Movimento República de Emaús, localizado em Belém, promoveu sua Conferência Livre no último dia 29 de outubro. Cerca de 200 adolescentes com idades entre 12 e 17 anos, moradores de bairros como Bengui, Jurunas, Guamá, Ananindeua e Terra Firme, atendidos pelo Movimento expuseram suas propostas. Um desses jovens representará o Emaús na Conferência Municipal de Belém.

Em Icoaraci, Região Metropolitana de Belém, o Centro Comunitário São Paulo discutiu cinco eixos do Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes. Segundo a assistente social do centro, Silvia Figueiredo, cinco grupos foram formados para discutir as propostas de ação e escolher um delegado e um suplente para representação na Conferência de Belém. “Essa foi nossa primeira conferência. Apesar dos problemas de mobilização que tivemos, com ausências de importantes órgãos da área, a participação dos jovens e suas famílias foi muito satisfatória”, afirmou Silvia.

Representantes de escolas de Icoaraci, da Pastoral da Criança, do 10º Batalhão de Polícia e do Centro Comunitário São João Batista estiveram presentes na abertura da Conferência Magna apresentada pela também assistente social do Centro Comunitário São Paulo, Elessandra Cunha.

A Conferência do município de Belém esta prevista para acontecer nos próximos dias 11 e 12 de novembro e será uma preparação para a Conferência Nacional da Criança e do Adolescente que acontecerá em 2012.

1 comentário em “Entidades realizam Conferências Livres de Crianças e Adolescentes”

  1. Maria do Carmo Gonçalves

    È de suma importância o trabalho desenvolvido por voces, è exclarecedor com uma fundamentação formativa.Também quero parabenizar os profissionais que defendem as crianças em relação a exploração do trabalho infantil. Abraço Fraterno a toda Equipe da Radio Margarida. Maria do Carmo Gonçalves.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *