Entidades divulgam carta denunciando sistemas sócio-educativos no estado

O Instituto Universidade Popular – UNIPOP, em conjunto com as entidades da sociedade civil, abaixo-assinadas, através do Programa de Promoção e Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes em Instituições Assistenciais e Judiciais no Estado do Pará (Pró-DCA), divulgou uma carta em que se propõe a fazer discussões e avaliações acerca do atendimento socioeducativo aos adolescentes autores de atos infracionais oferecido pelo Estado e pelos Municípios Paraenses.

Confira abaixa a íntegra do documento

1 pensamento sobre “Entidades divulgam carta denunciando sistemas sócio-educativos no estado”

  1. É importante trazer a tona essa discussão sobre as medidas sócio educativas e buscar formas de tornar as mesmas efetivas na realidade (e não somente na fantasia ou em papeis/projetos) deve-se investir na reforma/ampliação/construção de espaços que não sirvam apenas para deposito de adolescentes, criar mecanismos eficazes para as famílias e a reinserir os jovens na sociedade.

    Agora uma pequena contribuição acerca da carta, o direito a escolarização é garantido nas unidades socio educativas masculinas e na feminina (nos níveis de internação e internação provisória) pelo convênio feito entre a SEDUC/FASEPA onde os professores da rede dão continuidade (dentro das unidades socio educativas) no processo interrompido em decorrência do ato infracional.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *