Programa Aprendiz Legal forma 352 adolescentes em Belém

Ontem (29), a formatura de 352 jovens com idades entre 14 e 24 anos, como parte do Programa Aprendiz Legal, em Belém (PA), confirmou a parceria do Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee) com empresas para a capacitação e inserção de adolescentes no mercado de trabalho. A solenidade foi marcada pela emoção dos envolvidos no programa, que contabiliza seis anos de funcionamento em Belém, totalizando 1,2 mil alunos em sala de aula e 150 empresas parceiras no Pará. Raquel Barreto, coordenadora institucional da Fundação Roberto Marinho, parceira do projeto, informou que os jovens dispõem de um módulo básico e um leque de dez cursos com aulas teóricas e práticas. Os aprendizes têm carteira assinada, salário mínimo e atuam de quatro a seis horas por dia em atividades produtivas e educacionais ao longo de 24 meses.

fonte: Portal Andi

1 comentário em “Programa Aprendiz Legal forma 352 adolescentes em Belém”

  1. Gostaria de saber como devo proceder para inscrever cinco sobrinhos que são de família empobrecidas: inclusive tenho uma sobrinha que é PPD, dois que recebem bolsa família e uma que começou a sinalizar apego pela rua por está ociosa, sendo que esses jovens (14 a 18 anos), não possuem nenhum tipo de atrativo dentro de casa e estão insatisfeitos com a falt constante de dinheiro de seus pais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *