Criança é mais vulnerável ao fumo passivo em automóvel

Segundo especialista, os pequenos têm órgãos em desenvolvimento e sistemas imunológicos imaturos e podem desenvolver câncer no futuro

Leis antifumo baniram o tabaco em locais públicos e agora miram ambientes privados. Países como a Austrália e os Estados Unidos já o proíbem em carros particulares, caso haja pessoas com menos de 16 anos a bordo. A medida visa proteger principalmente as crianças. Segundo especialistas, elas são mais vulneráveis à exposição às toxinas do cigarro. Bebês, por exemplo, respiram mais rápido que adultos e acabam inalando mais fumaça. Outro agravante, de acordo com Valéria Martins, secretária-geral da Sociedade Paulista de Pneumologia, é que os pequenos têm órgãos em desenvolvimento e sistemas imunológicos imaturos. “Além de asma e bronquite, fumantes passivos podem desenvolver câncer no futuro”, alerta a médica.

Fonte: Folha de S. Paulo (SP), Felipe Nóbrega 


 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *