Publicado em

Projeto prevê funcionamento de creches à noite

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 871/11, do deputado Delegado Waldir (PSDB-GO), que assegura o funcionamento de creches noturnas para atendimento a crianças filhas de mães que estudam ou trabalham à noite. A proposta altera a Lei 9.394/96, que estabelece as diretrizes e bases da educação.

O projeto prevê que cada município deverá ter creches noturnas de acordo com a população.

O autor argumenta que um número expressivo de mulheres que têm filhos abandonam a escola para cuidar deles. O parlamentar ressalta ainda que a maternidade de jovens e adolescentes é uma das principais causas da grande evasão escolar no ensino médio.

“O significativo contingente das matrículas desse nível de ensino no período noturno torna ainda mais necessário que se encontrem soluções para a permanência das jovens mães na escola à noite”, afirma. Além disso, observa o deputado, muitas mulheres trabalham à noite, “deixando precariamente as crianças com terceiros ou sozinhas, gerando ondas crescentes de violência sexual e acidentes”.

Tramitação
A matéria tramita em caráter conclusivo e será examinada pelas comissões de Educação e Cultura; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara

Um comentário sobre “Projeto prevê funcionamento de creches à noite

  1. Amei este projeto pois vem calçar a culminância do meu Projeto deenvolvido na minha escola estadula de meu município. Desenvolvi o projeto gravidez na adolescência desenvolvido pela SEDU (Secretaria Estadual de Educação do Espírito Santo) e pude constatar que o grande problema de evasão da escola pelas meninas adolescentes era mesmo o da gravidez, além de os pais (meninos) destas crianças oriundas desta relação também ter que largar os estudos para trabalhar e ajudar no sustento dos filhos. Vou encaminhar um projeto de lei semelhante a este para nossa Câmara de vereadores, pois acredito que não é difícil formar, nem que seja uma salinha, por enquanto, com dois professores para atender estas criancinhas. Abraços. Gisani Baldotto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *