Publicado em

Após 10 anos Jhonny recebe indenização do Estado

Após 10 anos Jhonny Yguison Miranda da Silva recebeu na última terça-feira (15) indenização do Estado no valor de R$ 200 mil. Em 2001 o então adolescente Jhonny foi baleado pelo policial militar Darlan Carlos Silva Barros, o policial foi expulso da corporação mas ainda não foi levado a julgamento pela acusação de tentativa de homicídio e responde o processo em liberdade. O tiro foi o “presente de Natal” do PM para o garoto de 12 anos que ganhava a vida como flanelinha e que acabou ficando paraplégico sem um rim, sem o baço e sem um pedaço do fígado.

A solenidade ocorreu no Tribunal de Justiça do Estado, com a presença de Jhonny e de seu procurador, o advogado Walmir Brelaz. Após dois processos, o criminal e o cível, Brelaz impetrou uma ação de indenização por danos morais e materiais contra o Estado. O dinheiro foi depositado, em 2009, no TJE, mas houve alguns problemas burocráticos, e o pagamento só ocorreu ontem, afirmou o advogado.

“A minha vida é uma batalha”, disse Jhonny que hoje vive com uma pensão de dois salários mínimos pagos pelo Estado desde 2007. O sonho dele é comprar uma casa e remédios com o dinheiro que recebeu.

Sara Portal, com informações do Diário do Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *