Publicado em

MEC quer escolas mais atrativas

Os dados chocam: metade dos adolescentes de 15 a 17 anos está fora do ensino médio no Brasil. Parte desse contingente estuda, com atraso, no ensino fundamental. Mas outra parte abandonou de vez os estudos. “Eles encontram um ensino focado em muitas disciplinas, com conteúdos voltados para vestibulares, muitos sem significado para suas vidas”, diz Francisco Aparecido Cordão, presidente da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação (CNE). O órgão discute uma atualização das diretrizes curriculares do ensino médio. Um dos programas é o Ensino Médio Inovador, criado e financiado pelo Ministério da Educação (MEC) e já implementado em 357 escolas do País. O programa se baseia em quatro eixos: trabalho, ciência, tecnologia e cultura.

Fonte: Rede Andi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *