Crias do Curro Velho desfilam a “Piracema” no Carnaval 2011

A alegria das crianças que integram o Grêmio Recreativo Escola de Samba Crias do Curro Velho saiu às ruas do bairro do Telégrafo com aproximadamente 500 brincantes, na manhã deste sábado (26). A Praça Brasil foi o ponto de concentração para a saída do bloco que percorreu a avenida Senador Lemos, travessa Djalma Dutra, até a sede da Fundação Curro Velho, na rua Professor Nelson Ribeiro, culminando com um grande baile carnavalesco. A programação foi prestigiada pelo governador Simão Jatene.

Com um samba enredo em homenagem à Piracema, o tema deste ano abordou a preservação da vida e da natureza, destacando o respeito ao período de defeso e a procriação dos peixes. Segundo Dina Oliveira, uma das compositoras do samba enredo, em parceria com Paulinho Moura, a Escola de Samba levou para a avenida uma comissão de frente, três carros alegóricos, ala das baianas, dois casais de mestre-sala e porta-bandeira, destaques, e uma bateria com 170 integrantes. “Mesmo com pouco tempo para organizarmos, contamos com a parceria das mães das crianças do Curro Velho, que fizeram toda a decoração do salão”, revelou.

Dina Oliveira informou ainda que outras instituições também participaram da programação.”Contamos também com a participação de outros órgãos como a Funcap, Secretaria de Segurança Pública, Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, Pró-Paz, entre outros, que se uniram para o lançamento da campanha nacional de combate à violência sexual infanto-juvenil do Governo Federal”. A campanha trouxe o tema “Esta bola está com você”, incentivando as denúncias de casos de violência sexual contra menores por meio dos Conselhos Tutelares e o Disque 100.

O governador Simão Jatene participou do desfile e declarou que “mesmo com poucos recursos, o Curro Velho mostrou que é possível fazer algo bonito e criativo”. Bem descontraído, ele fotografou partes do desfile, posou para fotos e chegou a entoar marchinhas de Carnaval durante o baile de encerramento, na sede do Curro Velho.

Ana Lúcia do Vale acompanhava a filha de oito anos que participava do desfile carnavalesco. Ela elogiou a organização da programação. “É a primeira vez que minha filha participa, mas achei tudo muito organizado. Eles têm muito cuidado com as crianças. Tivemos que, inclusive, assinar uma autorização para as crianças desfilarem. Mas isso é bom”, avaliou.

Fonte: Agência Pará

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *