Publicado em

Dia de festa: Novas Práticas Educativas recebe Anu 2010

A noite do dia sete de fevereiro foi o momento de premiar os melhores projetos sociais de 2010. O projeto Novas Práticas Educativas: em defesa da criança e do adolescente, executado pela Rádio Margarida, com apoio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), foi um dos agraciados com o prêmio “Anu”. A premiação elegeu a iniciativa como melhor projeto social no Pará.

O palco escolhido para a festa dos contemplados pela Central Única das Favelas (CUFA) foi o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, onde a coordenadora geral do projeto e diretora da Rádio Margarida, Carmem Chaves, recebeu o troféu.

Para a entrega, as instituições foram chamadas ao palco e um vídeo sobre as iniciativas foi exibido. Logo depois foi o momento dos agradecimentos das instituições. “Nesse momento, disse que somos muitos gratos a CUFA pela oportunidade e pela visibilidade que prêmio nos proporcionou e proporciona, não só enquanto projeto, mas quanto Rádio Margarida”, lembra Carmem.

Durante a cerimônia, o representante do projeto “A Casa do Bem”, que ganhou o prêmio pelo Rio Grande do Norte, Flávio Rezende, quebrou o protocolo e fez um pedido ao apresentador Luciano Huck, que apresentava o prêmio. “Ele pediu para que o Luciano fizesse uma matéria com as 27 instituições ganhadoras do prêmio. E ele prometeu que faria. Já pensou? Se isso acontecer será muito bom”, comenta a coordenadora.

Quanto à importância prêmio, Carmen conta que o reconhecimento veio em boa hora: da articulação e mobilização nas próximas escolas. “O prêmio não mudará o rumo do projeto e seguiremos no caminho que já trilhamos desde o início. Os compromissos e a responsabilidades são os mesmos. Seguimos agregando valores e o prêmio agrega reconhecimento e visibilidade institucional”, completa.

Os grandes vencedores da noite foram a Trupe de Teatro do Afro Reggae do Rio de Janeiro, com o Espetáculo Urucubaca, e o Programa Um Milhão de Cisternas, do Movimento de Organização Comunitária da Bahia. Eles levaram o troféu mais esperado, o Anu Preto.

Em andamento

O projeto Novas Práticas Educativas está agora em fase de articulação nos próximos bairros em que irá atuar e espera o início do ano letivo nas escolas da Região Metropolitana de Belém para fechar com os diretores. É o caso da Escola Palmira Gabriel, na Augusto Montenegro, que acerta os últimos detalhe para receber o projeto ainda no primeiro semestre desse ano.

Enquanto isso, outro passo já está sendo dado: o da sustentabilidade na escola Mário Barbosa, na Terra Firme. A escola recebeu o projeto no final ano passado, quando foram formadas as primeiras turmas do Novas Práticas, com alunos do Mário Barbosa e do Brigadeiro Fontenelle, do mesmo bairro.
Agora o objetivo é garantir o equipamento para que os alunos possam dar continuidade ao projeto, multiplicando o conhecimento adquirido nas aulas com outros colegas da escola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *