Alimentação dos bebês está relacionada com a obesidade

Os pais normalmente são alertados a não iniciar a alimentação sólida muito cedo. Novo estudo reforça esse aviso. De acordo com pesquisa realizada nos Estados Unidos, pelo Children’s Hospital em Boston, a chance dos bebês ficarem obesos a partir dos três anos aumenta seis vezes se ingerem sólidos antes dos quatro meses. Os nenéns alimentados por mamadeira e alimentos sólidos tinham grande risco de ficarem obesos. Entre os que eram exclusivamente amamentados por, no mínimo, quatro meses, não foi detectada relação entre risco de obesidade e o momento em que passaram a ingerir comida sólida. Os bebês que tomavam mamadeira e não receberam alimentação sólida até os seis meses de idade também não apresentaram mais risco de obesidade. Ao todo, foram observadas mais de 800 crianças.

Fonte: Rede Andi

1 pensamento sobre “Alimentação dos bebês está relacionada com a obesidade”

  1. Quando os médicos dizem que somente amamentação é suficiente até os seis meses,é realmente assim.Se a criança estiver amamentando bem,não há porquê inserir outros alimentos na dieta antes dos seis meses. A comprovação desta pesquisa é algo sério.Criança obesa é um adulto com saúde comprometida. Por isso o ideal é apenas leite materno até os seis meses e,depois,sucos,papinhas,frutas. Também é importante fazer exames para ver como está o organismo da criança,pode ser que apresente tendências de diabetes e outras doenças ligadas à obesidade.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *