Teste do pezinho completa 10 anos

O Programa Nacional de Triagem Neonatal, conhecido como teste do pezinho, que prevê o diagnóstico e tratamento de quatro doenças genéticas graves logo após o nascimento completa 10 anos em 2011. Mas, após tanto tempo, a implantação efetiva do exame ainda se mostra desigual e lenta. Um terço dos estados, incluindo o Distrito Federal, não passou da fase 1ª do programa. Nesses locais, crianças nascidas na rede pública têm acesso apenas ao diagnóstico de duas das quatro patologias abrangidas pelo exame. Somente cinco estados já estão na última fase, a 3ª. Cerca de 80% dos bebês nascidos no País têm acesso ao teste para pelo menos duas doenças (fenilcetonúria e hipotireoidismo congênito, ambas ligadas à falta de produção de substâncias vitais para o corpo). O próximo passo é incluir o diagnóstico da fibrose cística. [Estado de Minas (MG); Correio Braziliense (DF), Renata Mariz – 14/02/2011]

Fonte: Rede Andi

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *