NAS ASAS DA PALAVRA: NARRATIVAS DA SOCIABILIDADE INFANTIL DE MULHERES AMAZÔNIDAS

AUTORES: MARIA LUIZA NOBRE LAMARÃO/ MAIARA CRISTINA FREITAS COSTA. INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ – UFPA

RESUMO: Este artigo apresenta uma reflexão sobre narrativas de memórias de mulheres que viveram sua infância em áreas rurais da Amazônia no início do século XX. Nelas identificamos que participação da criança na rede de relações sociais, especialmente em eventos religiosos, era significativamente marcada por uma sociabilidade festiva. Contudo, a posição da criança era demarcada por uma rígida disciplina controlada pelos adultos. A distribuição esparsa das famílias no espaço geo-social dificultava a aproximação de grupos de crianças, então como se constituía a sociabilidade dessas crianças que expressava interdições e consentimentos dos pais? Como as crianças – como agentes sociais nesse campo, elaboravam meios de escapar dessas interdições? Qual o papel das festividades como recurso de sociabilidade que aproximava as famílias e as crianças durante os festejos? Esta reflexão baseia-se em conteúdos de entrevistas de 8 (oito) mulheres, realizadas em julho e agosto de 2007, com idade entre 55 a 89 anos, nascidas em cidades do Pará e Amazonas.

Clique no link para ler o artigo:

Nas asas da palavra

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *