Publicado em

Pará apresenta pior desempenho na localização de adolescentes desaparecidos

O Pará é o terceiro estado com maior número de pessoas desaparecidas em todo o Brasil. É o que aponta os registros da Rede Nacional de Identificação e Localização de Crianças e Adolescentes Desaparecidos (Redesap), criado em 2002. Nesses oito anos foram cadastrados 57 casos de desaparecimento e apenas um foi solucionado, o que concede ao Pará o pior desempenho na localização de desaparecidos em relação aos outros estados do país.

Atualmente, o Portal Redesap possui 1.249 registros de crianças e adolescentes desaparecidos em todo o território nacional. Contudo, a coordenadora da Redesap, Mariza Tardelli, admite que a rede ainda não consegue cumprir a função de cadastro nacional de desaparecidos por não apresentar um registro universal de todos os casos no Brasil.

Para tentar resolver esse problema, foi lançado em fevereiro o Cadastro Nacional de Desaparecidos, que será integrado à rede Infoseg (banco de dados de acesso restrito aos agentes nacionais de segurança pública) e reunirá, na Internet, informações para a formação de uma rede investigativa e acompanhamento dos casos.

Fonte: Agência Unama

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *