TRABALHO INFANTIL DOMÉSTICO: o lado oculto da exploração de mão-de-obra infanto-juvenil

AUTORA: MARIA LUIZA NOBRE LAMARÃO INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ – UFPA

RESUMO: Este artigo apresenta um panorama da exploração de crianças e adolescentes pela realização de trabalho doméstico em Belém, no âmbito de um projeto de combate ao Trabalho Infantil Doméstico executado pelo CEDECA EMAUS e parceiros locais e internacionais. Os dados apresentados revelam o lado oculto dessa exploração ocorrida em casa de terceiros – a violência física, psicológica e sexual, os prejuízos causados pelo exercício do trabalho precoce – doenças, baixa auto-estima, baixa escolaridade, dificuldade de socialização para o mercado de trabalho e, a situação sócio-econômica das famílias das crianças e adolescentes envolvidas. Aponta a necessidade urgente de reflexão sobre a (des) naturalização do trabalho doméstico como atividade laboral própria de mulheres, neste caso, crianças e adolescentes.

Clique no link para ler o artigo: Trabalho Infantil

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *